Relacionandos

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A base de troca....

O homem natural não consegue amar. É um fato. E como todo fato,existe uma teoria contundente por de traz.

Hoje eu cheguei em casa,e me deparo com uma das publicações da Lidiane Rugene no Facebook. A partir disto comecei a pensar no fato em que estudantes se mobilizam pela presença policial ao seu redor. O fato de um grupo lutar pelos seus direitos é algo louvável e difícil nestes últimos tempos.
Por traz desta situação,existe um interesse de uma minoria. Ela consegue manipular uma massa para seu próprio beneficio. Ou seja, todo discurso pseudointelectual vai por água a baixo. O que querem é um beneficio em detrimento de outras pessoas. Afinal, se é noticiado que a policia é violenta há muito tempo nas periferias. Onde estavam estas pessoas quando a violência acontecia nos bairros mais longe e humildes?
Começamos a perceber a troca de interesses que faz o ser humano se mover. Revoluções históricas lutando pela liberdade,igualdade e fraternidade acontecem por interesses de categorias ocultas. Os relacionamentos entre casais,em que o amor morre muitas vezes pela falta ou excesso de interesse de uma parte. Amizades rompidas porque você falou algo que não agradou. Enfim,uma infinidade de trocas que acontece entre os mais variados tipos de relacionamentos humanos. A palavra amor se perdeu,ou melhor o seu sentido.

Pesquisando um pouco encontrei o significado da palavra “amor”:A palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação. É tido por muitos como a maior de todas as conquistas do ser. 

O que mais me chamou a atenção é o seguinte trecho”a maior conquista do ser”.E são dois o ponto que quero questionar e finalizar este texto.

Como o amor pode ser considerado uma conquista se é movido por um interesse,uma troca entre as pessoas?Mesmo aquelas que a fazem sem pedir nada em troca,ainda tem o sentimento de bem estar,de que estão fazendo o que é certo. Ou seja,elas também são movidas por algo,por este bem estar. E ainda,o amor que sempre vejo escrito é minusculo,comum,igual a qualquer outra palavra e adjetivo mediano que encontramos na língua portuguesa.

Dai me faz lembrar de dois fato que encontro no evangelho de Jesus,e que não encontro em qualquer outro texto. O fato de o amor ser, primeiro, escrito iniciando com letra maiúscula ,se tornando “Amor”.Um amor diferente de todos os outros,pois não há um interesse humano por trás. Pois nele se revela o Amor que Deus tem pela humanidade,enviando seu filho para morrer por nós sem pedir nada em troca. E ainda,Jesus sendo que ele era,se despiu de todo seu poder,se tornando humano. Foi obediente até as ultimas consequências,mesmo quando seu lado humano surgiu no versículo”E disse: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero, mas o que tu queres. Marcos 14:36”.

Nestes momentos finais ele suou sangue,devido ao sofrimento que lhe afligia. Ele foi o único ser humano que Amou,sem pedir ou ter nada em troca. Somente com Ele,conseguiremos ter este Amor em nossa vida,para podermos verdadeiramente Amar nossos semelhantes com o Amor dele fluindo em nossas vidas.....

Caso contrario.....estaremos no meio de passeatas.....para garantir os nossos direitos.....e não o dos outros........

Abraços a todos....

Roberto&Glauce


Fonte de pesquisa:http://pt.wikipedia.org/

Escolhas e caminhos.

As vezes fico pensando em como nossas escolhas pode influenciar toda a nossa vida. Onde moramos,com quem casamos,nossos amigos,nosso trabalho,etc. O impacto que as escolhas tem em nossas vidas
Porem,gostaria comentar não as grandes escolhas,pensadas,calculadas,planejadas. Mas sim as pequenas e diárias. Coisas que muitas vezes passam despercebidas em nossas vidas. O que poderíamos fazer para alguém, e não fazemos. Você ao ver algum chorando,tem a escolha de ir embora,ou de parar e perguntar porque chora. Você ao ver um idoso descer uma escada,tem a escolha de passar por ele,ou esperar com paciência e até ajudá-lo na descida. Enfim,existe uma gama infinita de coisas simples que poderíamos fazer,mas não fazemos porque simplesmente não enxergamos mais o outro.

Alguns dias atras,vi um vídeo no YouTube que dizia gentileza gera gentileza. E isto é um fato. Alguns dias antes,fechei um carro que na verdade estava querendo me cortar pela esquerda. Nem tinha percebido o carro.....só depois do barulho da freada é que o vi. A reação do cara foi de me xingar muito e sair cantando o pneu. Eu em um impulso sai atrás do carro,parei ao seu lado e impulsivamente expliquei que não o tinha visto e pedi desculpas por isto. Nem eu acreditei no que tinha feito. Automaticamente,o outro motorista assumiu que ele estava errado,desceu do carro e veio apertar minha mão.
O que quero dizer é que você só ama,se antes for amado. Neste dia,minha atitude foi de amor pela aquela pessoa se colocando no lugar dela. Não sei o que se passava em seu coração,e talvez eu só tenha sido uma válvula de escape para ele. Mas o amor constrange,e dar a outra face talvez seja devolver uma atitude negativa com outra positiva. E isto só vem através de escolhas, e escolhas diárias. Por isto o ser humano não tem a capacidade de amar incondicionalmente. Somente com o amor de Cristo,podemos ter força para poder amar as pessoas,independente da situação. E ter estas colhas diárias em nossas vidas. São nestes momentos que podemos fazer a diferença na vida de muitas pessoas, amigos e famílias.

Este versículo é um “clichê”,mas tem uma importância vital em nossa jornada com Cristo.

“E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. Lucas 10:27”
Como temos tratados o próximo?Como gostaríamos de ser tratado,respeitado,ajudado?Ou estamos imersos em nossas vidas,nossos problemas,nossas metas pessoais que passamos a ficar cego ou inerte ao que acontece a nossa volta?Quais tem sido nossas escolhas diárias?

Independente de sua resposta,saiba que Jesus esta sempre nos indicando qual atitude tomar por meio de seu amor por nossas vidas. E se você não consegue fazer as escolhas certas,fique tranquilo...é só entregar para ele fazer estas escolhas por você. Porque as escolhas deles são boas,perfeitas,e agradáveis não só a nós,mas a todos que nos rodeiam.


Abraços a todos.
Roberto&Glauce.

sábado, 29 de outubro de 2011

Manual da Vida

Quem não tem traumas, medos, sentimentos de situações e ou circunstâncias em que só você e Deus sabe, atire a primeira pedra! 
As pessoas tem a necessidade inconsciente de falar, desabafar, expôr o que sente, o que viu (não me refiro às fofocas),  pois sabemos que falar do outro se torna iniquidade, uma vez que não queremos para nós não devemos desejar ou fazer ao outro. 
Se você “anda”, convive  junto com alguém em que já expôs seu sentimento, pediu algo, já que a confiança é conquistada dia a dia, e de repente "descobre" que esta pessoa em determinado momento não se importou com seu sentimento, sentiu que não estão andando na mesma direção, não tinham a mesma visão em determinado assunto, felizmente te digo: Não é culpa dela, não é culpa sua! 
São escolhas individuais, e em nossas escolhas nem o Pai com sua excelência em amor interfere, pois nos dá total liberdade e privacidade.
Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR! - Jeremias 17:5. Não confiar no homem refere-se também a si próprio.


Todos gostariam de ter um manual/bula da vida onde explica como não sofrer, as reações adversas, não adversas, os sintomas, quantas vezes agir ou não agir, falar ou não falar, mas não precisamos disso, pois se confiamos nossas vidas ao Senhor, somente nEle devemos confiar e descansar. 
Descansar no dicionário português: Livrar de fadiga, de trabalho.
Apoiar, assentar sobre alguma coisa. Tranquilizar. Repousar; dormir ou estar deitado.Morrer. 
Poxa!!! Morrer??? Sim, morrer. Morrer para suas vontades, convicto que a Vontade de Deus é Boa, Perfeita e Agradável. - Rom. 12:2. 
Termos a certeza que só em Deus podemos confiar, nEle podemos dormir sem sermos acordados com um balde de água fria e mesmo se acordarmos no susto sabemos que estamos nos braços do Pai, cuidando de nós. Imagine esta cena como a de um bebê totalmente indefeso dormindo no colo de um Pai. Neste caso, ele não tem escolha a não ser confiar.


Por isso ao menos hoje eu oro assim: Pai, não confio em mim ou em meus sentimentos, ações e que devemos viver um dia de cada vez pois tua Palavra diz que cada dia basta seu mal. Por isso, eu escolho hoje não questionar, eu escolho hoje amar com o amor que me ensina a amar. Me ajude a não ver as escolhas do outro como uma afronta, mas enxergar o outro como um aprendiz que sou também. Obrigada por até aqui me sustentar. Em Nome de Jesus. Amém.


GlauceRoberto

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Não tenha medo..

O medo é um dos nossos sentimentos mais básicos. Ele é instintivo e nos poem em alerta,geralmente quando nos sentimos ameaçados física e psicologicamente. A enfase do medo é o pavor. Além disto,o medo pode ser uma forma de coerção e controle de pessoas. Tudo depende da forma que ele é usado.

Em nossa sociedade a cada dia os valores humanos são perdidos. São gradativamente substituídos por valores competitivos,egocêntricos e etnocêntricos. E este tipo de valores,em sua maioria,nos causa medo. Medo de não atingi-lo,medo de ser atingido, medo do desconhecido,medo de não ser feliz. Existe uma filme chamado”A vila” que fala um pouco sobre o medo de viver em grandes cidades e sua violência. Neste filme,um grupo de pessoas se isola em uma comunidade rural,sendo que seus fundadores guarda o segredo do porque terem tido esta escolha. Para mim,uma obra prima em termos de roteiro,simbolismos e trilha sonora.

Mas voltando ao assunto,na vida de um cristão podemos ter medo?Sim,claro!!!Se você não sente medo, então deve ser um psicopata ou robô. Somos corpo,alma e espirito. E em nossa alma abriga nossos sentimentos. O medo é um deles. É natural,é normal. E em nossa jornada com Cristo haverá momentos em que este sentimento estará em nossos corações.

Me faz lembrar um trecho da bíblia,que eu até acho engraçado, sobre o medo:

“E os discípulos, vendo-o andando sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo. Mateus 14:26”

Eu imagino um monte de pescador marmanjo gritando de medo, achando que Jesus era um fantasma sobre as águas. Digno de um quadro do programa “Os trapalhões”.

Além deste trecho tem outro que sempre me lembro quando sinto medo:

“Jesus, porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu, não temais.
E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas.
E ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus.
Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me!
E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?
Mateus 14:27-31 “


A vida de um cristão é sempre andando sobre as águas. A vida é uma onda de incertezas,um mar de perigos,com muitas duvidas submersas .Porem,nossa única certeza é Jesus. Pedro andou sobre as águas enquanto olhava para Cristo. Mas no momento que desviou seu olhar para os lados,dando atenção ao mar ele afundou nele. Da mesma forma somos como Pedro. Se em nossa vida sempre mantivermos o foco em Jesus,passaremos sobre nossos problemas que a vida nos traz. Porem,se pararmos de olhar para ELE,e focarmos em nossos problemas afundaremos neles.

Por isto não tenha medo de dizer a Deus que tem medo,duvidas,anseios,etc. Ele enviou o seu filho exatamente para isto. E por meio deste Amor ele lança fora todos estes sentimentos negativos, trocando pela certeza que nosso Redentor vive e intercede por nós. Deus cuida daqueles que o ama.
Para finalizar,mais um trecho da Bíblia que também quando tenho medo,me vem a mente:

“No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor.1 João 4:18”

Não tenha medo de ter medo,tenha medo de ter uma vida sem a vitoria da Cruz.
Abraços,

Roberto&Glauce.


PS:Para aqueles que tem medo da violência urbana:
“Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.Salmos 127:1”

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Saindo da Matrix

A alguns dias atras,revi um ótimo filme chamado “MATRIX”.Ja tinha vista na época do lançamento no cinema,em DVD e agora revi em alta definição. Na historia há uma mistura de ficção cientifica, e um pouco de Cyberpunk com conceitos filosóficos. E ainda ação,figurino estilosos e atores famosos.
Ok,e ai?Nele é visto 03 tipos de concepções:

1. A realidade que nos é imposta
2. A realidade que aceitamos
3. O questionamento de que existe algo mais.

Hoje percebemos que em nossa volta existe uma realidade que nos é imposta silenciosamente. Valores são criados em nossos corações,nos moldando para uma vida vazia,sem sentido. Nascer,crescer,multiplicar e morrer são parâmetros e projeto de vida para a maioria.
Devido a estes valores que nos causam uma enorme pressão social,aceitado-os como algo normal em nossa vida. Inerente ao sistema econômico que vivemos,fazendo-nos enxergar o mundo somente por esta ótica,desejando-o e tendo como referencia de felicidade.

Este texto tá um saco,né?Mas já vou concluir.

No filme,Neo é convidado a sair desta realidade,e conhecer o mundo verdadeiro. Onde pessoas estão lutando contra uma realidade,para levar a verdade a outros.

O que isto te lembra?

Exatamente meu amigo,Se você vive uma realidade “falsa e vazia”,saiba que Deus amou o mundo de tal maneira que enviou o seu filho para morrer por você. Desta forma você,não pela sua própria força,mas pelo sacrifício dele pode sair da sua “Matrix” e conhecer o mundo real. Onde Deus preparou uma vida plena,com propósitos,valores humanos,e cheio de felicidade.
Jesus nos alertou ”Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.João 16:33” A vida com ele,nem sempre será flores. Mas ele nos lembra para termos confiança e animo nele,pois conquistou todo o direito de uma vida plena para nós.
Existem aqueles que conhecem a verdade,mas não gostam dela,preferem voltar a “Matrix',e portanto cada um tem a escolha de viver a vida como quer. Mas”Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.João 8:36”.Uma vez liberto do peso do pecado em sua vida,ela nunca mais será a mesma.

E você,onde vive?Na realidade,ou em sua “Matrix” pessoal?

South&Glauce