Relacionandos

quarta-feira, 2 de março de 2011

Um monte de louças


Acordei cedo hoje para ir no escritório de uma ONG que faço parte.Vi na pia um monte de louças.Só de ver me deu um arrepio na espinha. Pensei “na volta lavo” ou quem sabe um milagre podia acontecer e aquelas louças se lavarem sozinhas. Que nada! Voltei e as bichinhas estavam lá, já até se mexiam sozinha. Quando voltava, no meio daquela multidão de pessoas voltando ou indo para o trabalho vi um deficiente que andava com dificuldades. Ao som de Beto Tavares nos meus fones fiquei pensando em como estas pessoas são estigmatizadas e tratadas como pessoas de segundo escalão por preconceituosos. Como se estas pessoas não tivessem valor algum.Tanto é que foi necessário impor novas leis, cobrando acessibilidades e tratamentos de igualdade para estas pessoas.
Nas minhas viagens dentro do metro lembrei dos Samaritanos. A origem deste povo foi da divisão do reino de Israel pós reinado de Salomão. Se no reinado de Davi as dozes tribos se juntaram, quando Salomão morreu e seus filhos assumiram, o reino se dividiu. Deu origem a Israel e Judá. Resumidamente o estado de Israel de hoje veio desta divisão, mas do lado de Judá. O lado de Israel foi se misturando com outros povos. Disto houve um pouco de influencia em sua liturgia (eles consideram o Torá, mas não os outros livros Judeus dito como sagrados) e até apoiando as invasores de suas terras. Dai o sentimento de ódio que os Judeus tinham por este povo. Os tratavam como povo de segundo escalão, traidores e que corrompiam a palavra de Deus. As passagens mais bonitas da Bíblia sempre tem um samaritano, mas vamos lembrar de uma bem manjada:

Lucas 10 30:37
“E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.
E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.
E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo.
Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;
E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;
E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.
Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?
E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.”

Quantas vezes consideramos uma pessoa pela aparência, modos, bens ou que mais ela possa aparentar?    O que Ele quer nos ensinar é que vivamos sua palavra em praticas diárias. Somos seres humanos imperfeitos sim. Mas o que estiver ao nosso alcance, porque deixamos de fazer o bem? Aprendi que somente a prática produz frutos.Que aprendamos a aceitar todas as pessoas e enxergar o mundo com os olhos de Deus. Para que independente do tipo de pessoas que vamos estudar, trabalhar, namorar,etc; saibamos enxergar a beleza que há em seu coração, e não na sua aparência. E isto somente so pode ser visto através dos olhos e mente de Cristo.

Não tem jeito.....a louça ainda esta lá e quase me atacou......vou ter que enfrentar. Mas que além da louça possamos enfrentar este desafio diário de viver uma vida por Cristo. O mesmo Beto Tavares que falei no começo tem uma música que fala que o desafio não é morrer por Ele, mas sim viver por Ele.
Abraços

Roberto & Glauce


PS: Hoje os samaritanos são reconhecidos pela nação de Israel, tanto em cultura como Liturgia. Restam apenas em torno de 700 descendentes nas terras do estado de Israel.




Nenhum comentário:

Postar um comentário