Relacionandos

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Primeiro eu....


Olá a todos.
 
  Gostaria de comentar sobre um acontecimento que houve comigo esta semana. Fui em uma entrevista para mudar de emprego que tomou toda minha tarde. Acabei saindo
bem no horário de pico. Chegando na Barra Funda já foi difícil entrar no vagão. Ao chegar na estação Sé, o trem abre as duas portas.Uma sai e outra entra. O problema era que lado da saída abre antes, e já estava lotado de pessoas querendo entrar. Quando abriu um lado aquela massa de gente empurrou as pessoas de volta para o trem. E o outro lado, outra massa de pessoas empurrando para querer entrar.
  Com muita dificuldade sai do trem, mas fiz algo no impulso que hoje me arrependo. Perguntei aos gritos do lado de fora do vagão se havia bicho ou gente lá. E ainda xinguei mandando a pqp.
Fico me perguntando, não seria mais fácil deixar simplesmente as pessoas saírem e ser um fluxo tranquilo de pessoas desocupando o local? Por sempre queremos ganhar, levar vantagem, ser o melhor? Me lembrei de uma passagem da bíblia :
 
Lucas 9:46 a 48 “E suscitou-se entre eles uma discussão sobre qual deles seria o maior. Mas Jesus, vendo o pensamento de seus corações, tomou um menino, pô-lo junto a si, E disse-lhes: Qualquer que receber este menino em meu nome, recebe-me a mim; e qualquer que me receber a mim, recebe o que me enviou; porque aquele que entre vós todos for o menor, esse mesmo é grande.”
 
  Jesus nos fala sobre a inocência da criança e humildade. Hoje nos tornamos uma sociedade etnocêntrica e egocêntrica. Achamos que o mundo foi feito só para nós, e somente é importante os nossos desejos e sentimentos. Temos que ser competitivos, qualificados, proativos e demais adjetivos que muitas consultorias de RH usa. E não podemos perder e nem abrir mão de nada. Não sei quem inventou esta “máxima” antes eu do que eles, mas é este o mundo que vivemos.
 
 Ai eu pergunto: Onde evoluímos? Porque tem uma teoria que diz que sim......o homem pode inventar maquinas, ir a lua, ir a Marte. Operar a distância, visitar universos paralelos e todas outras coisas que você possa imaginar....mas ele nunca vai deixar de ser homem. Um ser limitado em seus sentimentos, ações, e atitudes. Somente através de um relacionamento transformador com Deus podemos nos desapegar destes valores perversos da sociedade de nossos tempos e entender que existe o outro. Existe pessoas morando nas ruas, crianças abandonadas pelos pais, pessoas sofrendo em leitos de hospitais, prisões, com famílias destruídas, e os mais variados tipos de sofrimento. E na maioria, seria somente necessário uma palavra de conforto, saber que alguém se importa com ela. Esquecer de ser servido, e servir.
 
  Por isto Jesus fala  que se você quer ser  o maior, seja menor. Se importe com o outro. Jesus não quer seu dinheiro, nem que você seja assim ou assado. Muito pelo contrario, Ele veio nos dar o exemplo de servir, quando teria o direito de ser servido. E pagou um alto preço por isto em sua morte na cruz. Que possamos cada vez mais ter um olhar para os outros, nos importando com seus sentimentos e bem estar, independente de quem seja, e vivermos uma vida em simplicidade como uma criança.
 
Roberto&Glauce
 
PS: Pelo amor de Deus,quando pegar metro deixa as pessoas saírem primeiro!!!!!!
PS2: Mesmo as pessoas merecendo serem xingadas,estou arrependido disto. Por favor não me imitem....rs....

Nenhum comentário:

Postar um comentário