Relacionandos

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Rede social identica ao Facebook faz sucesso entre desempregados

Achei interessante compartilhar este link. Uma iniciativa de origem da América Latina. Realmente as redes sociais estão em ápice.
Bem sabemos que o desemprego assola a sociedade, e que a consequência disso é a desavença de algumas familias (base da sociedade). Tudo gerado pelo stress de poucos recursos, pouca qualidade de vida, poucas oportunidades aos menos favorecidos, em termos sociais das principais necessidades (saúde, educação, moradia, lazer). Diversos fatores acumulados há anos luz: trata-se de uma cultura mundial arraigada, capitalismo e consumismo exacerbado. Sociedade impondo cada vez mais valores distorcidos, competitividade, pressão psicológica (ser e ter). Gerando um maior índice de pessoas com depressão, síndrome do pânico, alunos agredindo professores, idosos maltratados, jovens alienados, ou seja pessoas desiludidas procurando em meio a tribulação sobreviver visando o "eu", quando nem isso conseguem fazer.
A educação tomada pelo stress já nem existe nas agressivas atitudes impulsivas em resposta ao rumo em que a sociedade segue.  
Será que o mundo virtual sobreviverá à devastação da Terra, em resposta a mãe natureza??
Eis outra questão!!! Tudo exibe total falta de controle da difícil e "suada" conquista democrática. A liderança se preocupa em soluções ao ponto de vista deles "cabíveis", como por exemplo, um sistema de alerta (sirenes) nas zonas de risco. Espero que realmente isto dê resultado....como saber?? Ano que vem, no mês de janeiro...afinal sempre começa o ano com estes tristes acontecimentos. PS: Não é a primeira vez.
Final dos tempos !!!
 #desabafo#

"No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimoeu venci o mundo." João 16.33. 
Deus nos abençõe!!
Glauce

Nenhum comentário:

Postar um comentário